Segunda-feira, 2 de Abril de 2007

resposta a e-mail

Meu caro.

bem haja pelo seu comportamento. Pena é  que sejam tão poucos a tomar estas iniciativas. Aliás, é o único caminho a seguir, ou seja; não ceder ao solicitado pelo fisco, que não tem nenhum sentido e base legal.

_______________________

Cumprimentos

LuisGomes

"-----Original Message-----
From: João Cruz [mailto:jcruz.escritorio@iol.pt]
Sent: Friday, March 30, 2007 10:19 PM
To: gomes98@mail.telepac.pt
Subject: AI e o Fisco

 Caro Luís Gomes,

 Sou Administrador de Insolvência, exercendo esta profissão desde 1996, no começo como Liquidatário Judicial e mais tarde como Gestor Judicial.

Gostei de ler os post que escreveu no seu blog sobre a relação do AI com o Fisco, concordo com a sua posição e com o que escreveu.

Na pratica tenho agido da forma que descreveu, recebo cada vez que cesso a actividade em IVA e IRC, de uma sociedade declarada insolvente (após a Assembleia de Credores de apreciação do relatório do AI), um oficio chapa 5 das finanças referido os já “famosos” ofícios circulados.

Depois de receber a comunicação das finanças o que tenho feito é remeter para o juiz a resolução da situação em apreço, conforme cópia de requerimento em anexo. Penso que seria salutar que todos os AI agissem desta forma no sentido de “provocar a produção” de sentenças que viessem a clarificar esta situação fazendo desta forma que a Administração Fiscal reconhecesse que a figura de liquidação em processo de insolvência não é a mesma figura que a liquidação prevista no Código das Sociedades Comerciais.

Com os melhores cumprimentos,

João Cruz "

publicado por gomes98 às 11:57
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Adelio Ramalho a 6 de Abril de 2007 às 12:58
Caro Colega: bastante positivo que que haja um representante português nesta Conferência Internacional. Sempre se partilham experiências com quem tem o estado da arte mais à frente.

Como é , aliás, habitual o colega certamente fará um resumo do que se discutiu e analisou.

Quanto à qualidade de vida pelo abandono do carro e uso intensivo do Metro, é o que há muito faço!

Quantas vezes não chegávamos a horas às Assembleias, refiro-me pelo menos a Gaia, só pelo facto de entrarmos naquelas longas e fastidiosas filas de trânsito.

Já agora, tem-se falado sempre do Fisco e dos problemas que nos tem levantado; parece-me que , em breve; vamos ter de falar da Segurança Social que , com o arranque dos processos criminais sobre os devedores já nos estão a afectar.

Comentar post


> ver perfil

. 1 seguidor

>pesquisar

>Janeiro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

>Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

>posts recentes

> novo BLOg

> IMI (imposto municipal so...

> reclamação de créditos pe...

> qualificação da insolvênc...

> esperança no futuro

> insolvências 1º semestre ...

> deveres do administardor ...

> Lei Especial vs Lei Geral

> O CIRE vs interpretação d...

> Reversão para o administr...

>arquivos

>tags

> todas as tags

>subscrever feeds

> Legislação

vlex.it
Legislação
Jurisprudência
Contratos
Doutrina