Quinta-feira, 16 de Setembro de 2010

FINALMENTE...

finalmente alguma turbulência saudável no seio da profissão de administrador judicial.

Depois de tanto se ter falado e protestado sobre, designadamente, a ingerência da AF na nossa profissão, quase sempre de forma pouco organizada, eis que alguém tenta atuar com consistência e de forma profissional.

está a falar-se da anunciada providência cautelar, movida pela APAJ, na tentativa de anular os efeitos da inadequada circular 1/2010, que por totalmente desajustada, motivou naturais reações de todos os AI's.

espera-se que o resultado seja o esperado, para que, no seu seguimento, possa ser discutido com os interessados, conhecedores da situação, e esclarecido qual o melhor enquadramento do processo de insolvência vis-a-vis a AF, visto que, por certo, não é aquele que é versado na aludida circular. só por distracção ou desconhecimento, o que se lamenta!

finalmente também os media mais representativos, como é o caso do PÚBLICO, TSF e RTP se interessam pela nossa atividade, querendo saber o que se passa, quais os problemas, como funciona a profissão, quem é quem, etc.

esperemos que, finalmente, algo seja possível esclarecer, de modo a que todos nos possamos dedicar àquilo que é realmente importante, ou seja; minimizar os efeitos das insolvências na economia nacional.

lg

publicado por gomes98 às 17:39
link do post | comentar | favorito
|

> ver perfil

. 1 seguidor

>pesquisar

>Janeiro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

>Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

>posts recentes

> novo BLOg

> IMI (imposto municipal so...

> reclamação de créditos pe...

> qualificação da insolvênc...

> esperança no futuro

> insolvências 1º semestre ...

> deveres do administardor ...

> Lei Especial vs Lei Geral

> O CIRE vs interpretação d...

> Reversão para o administr...

>arquivos

>tags

> todas as tags

>subscrever feeds

> Legislação

vlex.it
Legislação
Jurisprudência
Contratos
Doutrina